Mossul | Produtores de Vingadores lançam filme em árabe

Mossul: produtores de Vingadores lançam filme em árabe
Jose Haro/AGBO

A nova produção de Anthony e Joe Russo é um projeto de paixão pela língua árabe e sua história

Joe e Anthony Russo poderiam ter optado por descansar o resto do ano, depois de terem transformado Vingadores: Ultimato no filme de maior bilheteria da história do cinema. Em vez disso, eles continuam desenvolvendo projetos em seu novo estúdio, o AGBO, que é financiado para contar o tipo de história pela qual eles sempre se interessaram: narrativas únicas de diferentes tamanhos e escalas, mas todas ligadas à experiência humana.

O primeiro projeto lançado desde a loucura do lançamento do Endgame será Mossul, que fará sua estreia mundial em Veneza nesta semana. Dirigido por Matthew Michael Carnahan, o filme é baseado em um artigo do New Yorker – apropriadamente chamado de “Os Vingadores de Mosul” quando apareceu na imprensa – sobre uma equipe de elite da SWAT no Iraque que lutou contra a ascensão do ISIS, com cada um deles tendo enfrentado perdas ou ferimentos nas mãos do grupo terrorista.

Se trata de uma história de vingança, contada pelos olhos dos cidadãos iraquianos determinados a pôr um fim à opressão contra seus lares e entes queridos. Carnahan fez questão de que o filme fosse gravado no dialeto árabe falado no Iraque, para pontuar ainda mais a abordagem documental da narrativa.

Mossul também é um filme de estrada, encabeçado por uma performance impressionante e digna do Oscar de Suhail Dabbach como coronel Jasem, e uma participação marcante de Adam Bessa como um jovem recruta da unidade. À medida que a equipe avança na tentativa de ganhar centímetros de terreno sobre seus inimigos do ISIS, a verdade por trás de sua implacável busca pela justiça atinge uma nota especialmente humana. Com o uso livre do diálogo, a profunda tristeza dos homens é sentida em todos os momentos.

Para a equipe americana por trás do filme, era uma história que precisava ser contada com urgência, mesmo quando os irmãos Russo estavam ocupados criando dois blockbusters gigantes dos Vingadores. O artigo original foi publicado em janeiro de 2017, mas eles sabiam que não podiam esperar para exibir o filme nas telas. E era essencial para eles envolver o maior número possível de atores talentosos da região. Ajudando-os nessa tarefa estava o produtor executivo iraquiano Mohamed Al Daradji, que consultou sobre a descoberta do elenco, e emprestou sua própria experiência de vida em Mossul pós-Saddam à busca de autenticidade.

Mossul pode ser uma das reformulações mais poderosas das narrativas amplamente aceitas do Ocidente sobre o conflito no Iraque, já que a retirada das forças dos EUA resultou em um distanciamento da mídia internacional. Além de marcar estréia na direção ambiciosa e impressionante de Carnahan, mais conhecido como escritor em projetos como O Reino e Guerra Mundial Z (ele também escreveu o próximo projeto da AGBO este ano, 21 Bridges), Mosul é uma declaração de intenções a parte dos russos sobre onde suas atenções pós-MCU se voltarão.

Unindo-se via videoconferência poucos dias antes da estréia no Festival de Cinema de Veneza, Russos, Carnahan e Al Daradji discutem o caminho para Mossul. Eles deram uma entrevista ao Deadline contando maiores detalhes sobre a produção e você pode vê-la aqui.

Gamezeen is a Zeen theme demo site. Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
Cartoon Network/Reprodução
Irmão do Jorel – Edição Especial Alucinante